Warning: in_array() expects parameter 2 to be array, null given in /home/blogd397/public_html/wp-content/plugins/quick-adsense-reloaded/includes/post_types.php on line 46

Warning: in_array() expects parameter 2 to be array, null given in /home/blogd397/public_html/wp-content/plugins/quick-adsense-reloaded/includes/post_types.php on line 46

Warning: in_array() expects parameter 2 to be array, null given in /home/blogd397/public_html/wp-content/plugins/quick-adsense-reloaded/includes/post_types.php on line 46

Warning: in_array() expects parameter 2 to be array, null given in /home/blogd397/public_html/wp-content/plugins/quick-adsense-reloaded/includes/post_types.php on line 46

Warning: in_array() expects parameter 2 to be array, null given in /home/blogd397/public_html/wp-content/plugins/quick-adsense-reloaded/includes/post_types.php on line 46

Warning: in_array() expects parameter 2 to be array, null given in /home/blogd397/public_html/wp-content/plugins/quick-adsense-reloaded/includes/post_types.php on line 46

Leia ouvindo: Freddy Verano Remix – Mount Everest

As sensações com a sua chegada são bem diversificadas. As reações, idem. Tenho para mim que o mês 01 é o mais intenso do ano. Vamos do riso ao choro, das viagens em cenários paradisíacos aos inúmeros boletos que chegam para pagar.

Janeiro é o junto e misturado, sabe? A gente quer mudar o mundo, mas sempre dá uma preguiça danada de sair do sofá. As deliciosas férias camuflam a realidade não tão boa assim, pelo menos para a maioria.

Depois de tantos “Boas vindas” ao mês no instagram do Cotidiano, decidi mudar e criar o “Carta Aberta ao mês”. Com textos bem humorados e reais, a ideia é tornar a carta um relato sincero com verdades cotidianas.

Em janeiro ainda é verão e tudo que a gente mais queria era voltar para aquela vida mais ou menos de comer chocotone no café da manhã e ceiar brigadeiro de colher antes de ir para alguma festa. Dormir no sol depois de tomar banho de mar. Não ter hora certa para acordar. Uma rotina recém adotada até antes de ontem.

Enquanto eu escrevo esse texto tem gente indo para o mar, outros sortudos estão no bar, e muitos já estão escritório, a trabalhar.

Uma coisa é fato, os temidos boletos vão chegar para todos. Afinal, ninguém tem a vida ganha como o nosso presidente, que não tem nada a Temer, e outros tanto que não fazem política, vivem dela. Isso parece que não vai mudar. Nunca. Oremos.

Mas vamos falar que janeiro também traz esperanças. Quem nunca viveu um amor #BruMar? A gente sempre acredita que vai ser diferente, e não é que pode ser mesmo? Não custa nada tentar de novo. Existem historias e pessoas que fazem valer o nosso sorriso.

E sabe aquela historia do “Que janeiro traga…”, pois bem, eu já não só acreditei, como escrevi muito sobre isso e sabe de uma coisa, nada cairá no seu colo se você não fizer acontecer. A Lei do minimo esforço não funciona muito bem, viu?

Um novo ano, um novo mês, aquele emprego novo, enfim, todos os novos ciclos que se iniciam não vão te trazer nada além de vivências, que obviamente o julgamento por serem boas ou ruins será só seu.

Janeirão, esse mix de emoção! Que a gente tenha coerência e discernimento para compreender as vivências.

Um janeiro presente, em todos os sentidos, pra gente.

Juliana Manzato

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras.Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Faz da vida poesia e textos. Muitos textos!Sonhos? Vive deles
CARTA ABERTA PARA JANEIRO
Classificado como: